Como descontar o Vale-Transporte? Entenda como é feito o cálculo

Tempo de leitura: 8 minutos

Descubra como descontar o vale-transporte de forma correta e entenda os detalhes sobre os cálculos e regulamentações. Saiba como agir quando o desconto ultrapassa o valor recebido e explore a opção de oferecer o benefício via cartão multibenefícios

Descontar o vale-transporte é uma prática comum nas empresas brasileiras, essencial para garantir a mobilidade dos colaboradores. 

Este processo, no entanto, pode gerar dúvidas sobre como calcular corretamente o desconto e como lidar com situações onde o desconto ultrapassa o valor recebido pelo funcionário. Entender a regulamentação e os métodos de cálculo é crucial para o departamento de Recursos Humanos.

Neste artigo, vamos explorar detalhadamente como descontar o vale-transporte, incluindo a legislação pertinente, cálculos práticos e soluções inovadoras como o cartão multibenefícios da WEXP.

O que diz a CLT sobre o desconto do vale-transporte?

A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) estabelece as regras para o desconto do vale-transporte. Segundo a legislação, o vale-transporte é um benefício obrigatório, concedido para cobrir despesas com deslocamento do colaborador entre sua residência e o local de trabalho.

Lembre-se: o desconto do vale-transporte na folha de pagamento não pode ultrapassar 6% do salário base do trabalhador.

Legislação Específica

A CLT, em seu artigo 458, parágrafo 2º, inciso IV, especifica que o vale-transporte é um benefício que não possui natureza salarial. Dessa forma, ele não integra a remuneração para fins de cálculo de FGTS, INSS, 13º salário, entre outros. 

Essa definição é importante para evitar equívocos no momento de calcular os encargos sociais sobre a folha de pagamento.

Além disso, o Decreto nº 95.247/87 regulamenta a Lei nº 7.418/85, que institui o vale-transporte. Este decreto determina que o benefício deve ser fornecido antecipadamente ao colaborador, permitindo que ele utilize o transporte coletivo nos deslocamentos necessários.

Obrigações do Empregador

O empregador deve garantir que todos os colaboradores que optarem pelo vale-transporte recebam o benefício de forma regular e adequada. 

Para isso, é necessário realizar a compra e distribuição dos vales ou cartões de transporte de acordo com a demanda apresentada pelos funcionários. 

A empresa deve, ainda, manter um controle rigoroso dos gastos e da utilização do benefício, evitando fraudes e desvios.

Afinal, como calcular o desconto de vale-transporte?

Calcular o desconto do vale-transporte envolve alguns passos simples, mas fundamentais. Aqui está um guia prático:

  1. Identifique o salário base do colaborador: Considere o salário bruto, sem incluir adicionais ou descontos.
  2. Calcule 6% do salário base: Multiplique o valor do salário base por 0,06.
  3. Compare com o valor total do vale-transporte: Se o custo mensal do vale-transporte for menor que 6% do salário, o desconto será apenas o valor do benefício. Caso contrário, aplique o desconto máximo de 6%.

Exemplo Prático

Imagine um colaborador com um salário base de R$ 2.000,00 e que utiliza um vale-transporte de R$ 150,00 por mês.

  1. Cálculo dos 6% do salário base: R$ 2.000,00 x 0,06 = R$ 120,00.
  2. Comparação com o valor do vale-transporte: Como o valor do benefício (R$ 150,00) é superior aos 6% (R$ 120,00), o desconto será de R$ 120,00.

Dessa forma, a empresa descontará R$ 120,00 do salário do colaborador, sendo responsável pela diferença de R$ 30,00.

Casos Especiais

Existem situações onde o colaborador utiliza mais de uma modalidade de transporte público. Nesses casos, a empresa deve considerar o custo total de todas as modalidades utilizadas no cálculo do benefício. 

Por exemplo, se um colaborador utiliza ônibus e metrô, o valor total do vale-transporte será a soma dos gastos com ambas as modalidades, devendo ser aplicado o desconto de 6% sobre o salário base.

Além disso, para colaboradores que trabalham em regime de jornada parcial, o cálculo deve ser proporcional à carga horária trabalhada. Ou seja, o valor do vale-transporte e o desconto devem ser ajustados conforme a jornada semanal do colaborador.

O que fazer quando o desconto de vale-transporte é superior ao valor recebido?

Situações onde o desconto do vale-transporte pode ultrapassar o valor recebido pelo colaborador são raras, mas podem ocorrer, especialmente em casos de colaboradores que trabalham de forma híbrida. 

Isto é, pelo fato de o colaborador ir pouco à empresa, o desconto de 6% acaba ficando maior do que o VT correspondente aos dias em que o funcionário vai ao trabalho. 

Para evitar esse tipo de problema, o mais comum é o funcionário abdicar do vale-transporte, uma vez que ele não será descontado em 6% no holerite, ainda que tenha que subsidiar seu transporte. 

Saiba como oferecer vale-transporte com o cartão multibenefícios da WEXP

Uma solução inovadora para a gestão do vale-transporte é o uso do cartão multibenefícios da WEXP. Esse cartão permite que as empresas ofereçam não apenas o vale-transporte, mas também outros benefícios, em um único cartão, facilitando a vida dos colaboradores e da equipe de RH.

Vantagens do Cartão Multibenefícios da WEXP

  1. Flexibilidade: O colaborador pode utilizar o saldo do cartão para diferentes benefícios, como alimentação, saúde e transporte.
  2. Gestão simplificada: A empresa pode gerenciar todos os benefícios em uma única plataforma, reduzindo a burocracia e os erros de cálculo.
  3. Economia: Reduz custos administrativos e otimiza a distribuição dos benefícios.

Implementação do Cartão Multibenefícios

  1. Contato com a WEXP: Entre em contato com a WEXP para conhecer os detalhes e condições do cartão multibenefícios.
  2. Personalização: Personalize os benefícios oferecidos de acordo com as necessidades dos seus colaboradores.
  3. Treinamento: Realize treinamentos para a equipe de RH e colaboradores sobre como utilizar o cartão de forma eficiente.

Benefícios para a Empresa

Além das vantagens mencionadas, o cartão multibenefícios da WEXP proporciona uma maior satisfação dos colaboradores, que têm mais autonomia para gerenciar seus benefícios.

A empresa também se beneficia com a redução de fraudes e maior controle sobre os gastos, garantindo que o orçamento destinado aos benefícios seja utilizado de forma eficiente.

Benefícios para os Colaboradores

Os colaboradores que utilizam o cartão multibenefícios da WEXP têm acesso a uma plataforma completa, onde podem consultar saldos, extratos e gerenciar seus benefícios de forma prática e rápida.

Essa flexibilidade contribui para um melhor planejamento financeiro e maior satisfação com os benefícios recebidos.

Desconto do vale-transporte: boas práticas para o RH

Descontar o vale-transporte de forma correta e eficiente é essencial para garantir a conformidade com a legislação e a satisfação dos colaboradores. 

Além disso, adotar soluções inovadoras como o cartão multibenefícios da WEXP pode simplificar a gestão dos benefícios e proporcionar maior flexibilidade aos colaboradores.

Adotar uma Política Transparente

A transparência é fundamental para a boa gestão dos benefícios. O RH deve informar claramente os colaboradores sobre como é realizado o cálculo do desconto do vale-transporte, os direitos e deveres de cada parte e como proceder em caso de dúvidas ou problemas. 

Manter uma comunicação aberta e acessível é essencial para evitar mal-entendidos e garantir a confiança dos colaboradores.

Monitorar e Atualizar Processos

A legislação e as necessidades dos colaboradores podem mudar ao longo do tempo. Por isso, é importante que o RH esteja sempre atualizado sobre as normativas vigentes e pronto para ajustar os processos de acordo com as novas demandas. 

Monitorar regularmente a utilização do vale-transporte e outros benefícios permite identificar oportunidades de melhoria e garantir que a política de benefícios esteja alinhada às melhores práticas do mercado.

Investir em Tecnologia

O uso de ferramentas tecnológicas pode facilitar a gestão dos benefícios e melhorar a eficiência dos processos. Sistemas de gestão integrados, plataformas de benefícios e soluções como o cartão multibenefícios da WEXP são exemplos de como a tecnologia pode otimizar o trabalho do RH, reduzir erros e aumentar a satisfação dos colaboradores.

A importância de entender como descontar o vale-transporte

Compreender como descontar o vale-transporte de forma correta é essencial para garantir a conformidade com a legislação trabalhista e a satisfação dos colaboradores. Uma gestão eficiente dos benefícios reflete diretamente na motivação e produtividade dos colaboradores, além de contribuir para a retenção de talentos.

Recapitulando os Pontos Principais

  1. Legislação e Regras: Conhecer a CLT e o Decreto nº 95.247/87 é fundamental para garantir o cumprimento das obrigações legais.
  2. Cálculo Correto: Realizar o cálculo do desconto de forma precisa, considerando o salário base e o valor do benefício.
  3. Soluções Inovadoras: Adotar ferramentas como o cartão multibenefícios da WEXP pode simplificar a gestão e oferecer mais flexibilidade aos colaboradores.
  4. Boas Práticas: Manter uma política transparente, monitorar processos e investir em tecnologia são ações essenciais para uma gestão eficiente dos benefícios.

Ao seguir as diretrizes da CLT e utilizar ferramentas modernas, é possível otimizar a gestão do vale-transporte, garantindo que todos os processos sejam realizados de forma transparente e eficiente. 

Não deixe de explorar todas as opções disponíveis e escolha a que melhor se adequa às necessidades da sua empresa e dos seus colaboradores.

Se precisar de mais informações ou quiser saber mais sobre as soluções da WEXP, entre em contato conosco. A sua empresa pode se beneficiar imensamente ao adotar práticas modernas e eficientes na gestão de benefícios.

Posts Recentes

  • All Post
  • Agregador de mobilidade
  • benefícios corporativos
  • Benefícios flexíveis
  • Cartão Multi Benefícios
  • Dicas
  • Empresa de benefícios corporativos
  • Redução de custos
  • Reembolso de despesas
  • RH

Copyright © 2023 WEXP. Todos os direitos reservados.